Informações Importantes

O que é Azoospermia ?

Azoospermia é a situação em que nenhum espermatozóide é detectado na ejaculação. Isto pode acontecer porque não há produção de espermatozódes pelos testículos ou porque há algum tipo de bloqueio do sistema de transporte do esperma, o que impede os espermatozóides produzidos de chegarem ao exterior. Chama-se oligospermia à situação em que existe uma diminuição no número de espermatozóides ejaculado, uma quantidade de espermatozóides menor que a normal
 
Quais são as causas de azoospermia?
As causas das azoospermias não obstrutivas incluem defeitos congênitos dos testículos ou danos adquiridos por eles. Nesses casos, devem ser procuradas, entre outras, causas genéticas, porque elas ocorrem em cerca de 15% dos homens com azoospermia.
 
As azoospermias obstrutivas  podem ser motivadas por condições que obstruam os ductos de drenagem dos espermatozóides, como danos causados por doenças ou traumas, vasectomia (cirurgia praticada voluntariamente para interromper os dutos excretores) ou anormalidades do epidídimo (local onde os espermatozóides são armazenados após serem produzidos pelos testículos) ou canal deferentee (canal que conduz os espermatozóides apartir do epidídimo).
 
A criptorquidia (quando ambos os testículos não descem do abdômen para a bolsa testicular após o nascimento) também pode ser a causa da baixa produção de espermatozóides ou levar à azoospermia. Em muitos casos a azoospermia é dita criptogenética, porque não tem uma causa conhecida.
 
Quais são os principais sinais e sintomasda azoospermia?
Em geral, o paciente nada sente ou então os sintomas são os próprios às enfermidades que causam as obstruções, como as infecções, os traumas ou os tumores. Na grande maioria dos casos a azoospermia é descoberta quando o casal não consegue engravidar, mas nada tem a ver com impotência sexual.
 
Como o médico diagnostica a Azoospermia?
A azoospermia pode ser detectada pelo espermograma, um exame de laboratório que procede à contagem dos espermatozóides presentes no sêmen ejaculado. Uma primeira contagem não deve selar o diagnóstico porque às vezes os espermatozóides somente aparecem no exame após centrifugação do sêmen ou em outras coletas posteriores, pois há casos em que os espermatozóides só estão presentes em uma delas. Nas azoospermias, alguns exames podem auxiliar no diagnóstico, mas somente uma biópsia testicular pode mostrar em definitivo se há alguma produção de espermatozóides.
 
Como o médico trata a azoospermia?
O objetivo principal do tratamento da azoospermia é restituir a capacidade de fecundar. Alguns casos de azoospermia obstrutiva podem ser corrigidos cirurgicamente e em casos onde isso não seja possível, os espermatozóides podem ser artificialmente recolhidos nos testículos ou no epidídimo, por meio de uma finíssima agulha, com anestesia local e posteriormente utilizados para fertilização in vitro do casal. O procedimento deve ser realizado em um centro cirúrgico e o paciente pode ser liberado no mesmo dia.
 
Nos casos em que não existe a possibilidade de recolher espermatozóides através de biopsias dos testículos e existe no casal o desejo de uma gestação, a alternativa é o banco de sêmen, onde há a escolha de acordo com as características do futuro pai. Estes espermatozóides são de doadores anônimos onde não existe o contato com o casal.

 

O que é Azoospermia ?


 

 

Voltar